Voltar para notícias

Alerta para crise da política representativa é destaque no Jornal da Câmara

09 set 2011 | Notícia | Escrito por: Redação | Compartilhe

O alerta feito pelo deputado feredal Fabio Trad (PMDB-MS) sobre a crise na política representativa foi destaque nesta semana no Jornal da Câmara, que seleciona as principais ações dos parlamentares em Brasília. Em pronunciamento no grande expediente, Fabio chamou atenção para a crise da política representativa, ao comentar pesquisa realizada pela Organização das Nações Unidas (ONU) na América Latina em 2004. “Qualquer interpretação bem-intencionada dos números e das variantes desta pesquisa suscita perplexidades e desperta profundo temor”, afirmou. 

De acordo com o levantamento, 58,1% dos entrevistados concordam que o presidente possa ir além das leis; 56,3% creem que o desenvolvimento econômico seja mais importante que a democracia; 54,7% apoiariam um governo autoritário se resolvesse os problemas econômicos; 43,9% não creem que a democracia solucione os problemas do país; 40% creem que possa haver democracia sem partidos; e 38,25% creem que possa haver democracia sem Congresso. 

No caso do Brasil, Fábio Trad vê relação com um fenômeno denominado criminalização da política. Segundo ele, a proliferação na mídia de maus exemplos de agentes públicos é sintoma revelador de que a atividade política está se deixando associar aos piores vícios da atividade comercial privada para a qual o que importa é o lucro. 

“Se o sistema representativo de delegação popular do poder é um diálogo entre cidadão e candidato que se consuma com o voto, por que só se vê aumentar o número de hóspedes do Código Penal nas instâncias formais da política?”, indagou o deputado. “Será exagero temer pela própria democracia em um sistema que expõe o crescimento exponencial de eleitores para quem o ‘rouba mas faz’ justifica o voto?”