Voltar para notícias

Fabio Trad lamenta morte de índio terena

30 maio 2013 | Notícia | Escrito por: Redação | Compartilhe

“A morte do índio Oziel Gabriel revela o sombrio e trágico aspecto de uma tragédia anunciada que clama por uma postura ativa da União”. Assim reagiu o deputado federal Fabio Trad (PMDB-MS) à morte de Gabriel, ocorrida nesta quinta-feira durante a desocupação da fazenda Buriti, em Sidrolândia, em ação da Polícia Federal (PF) e da Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais (Cigcoe). 

Oziel Gabriel, 35, era da aldeia Córrego de Meio e estava acampado na fazenda desde o dia 15. Segundo amigos, ele era estudante do Ensino Médio e foi até a área para reforçar o movimento pela posse das terras. 

A fazenda Buriti foi invadida pelos terenas em 15 de maio. No mesmo dia, saiu uma decisão para que os índios deixassem o local. Mas, a reintegração não foi cumprida no dia 18 e a decisão acabou suspensa até ontem, quando foi realizada audiência na Justiça Federal. Sem acordo entre as partes, o juiz Ronaldo José da Silva determinou o cumprimento da reintegração de posse. Os índios reivindicam 17 mil hectares da aldeia Buriti que pertence ao ex-deputado Ricardo Bacha. Em 2011, a região foi identificada como terra indígena pela Funai.