Voltar para notícias

Fábio Trad participa de audiência sobre combate ao Crack

21 jun 2011 | Notícia | Escrito por: Redação | Compartilhe

Durante a audiência pública, realizada nesta segunda-feira (20), na Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul, com o tema “Enfrentamento e Combate ao Crack”, o deputado federal Fábio Trad relacionou diversas propostas abordadas também em reuniões da Comissão de Políticas Públicas de Combate às Drogas, da qual faz parte na Câmara Federal. 
Após participar das palestras e presenciar os demais pronunciamentos de autoridades envolvidas no assunto, Fábio Trad enfatizou o idealismo e a importância de ser membro ativo tanto da Comissão, como de debates freqüentes que discutem estratégias de combate ao vício. 
O parlamentar federal diz que sua opinião diverge do sociólogo e ex-presidente, Fernando Henrique Cardoso, quanto à descriminalização da maconha. “No entanto, concordo no aspecto defendido que substitui políticas de repreensão ao trabalho intenso de prevenção, tratamento e conscientização”, explica. 
Fábio Trad defendeu que ainda faltam muitas obras expressivas para que o uso das drogas comece a ser banido no Brasil. “A Cracolândia por exemplo, é a maior prova de que vivemos uma política falha que merece reavaliação”. 
Dados estatísticos comprovam que até 2000, do número de internações em clínicas de tratamento, raros eram os casos de viciados em crack. Em apenas uma década o número aumentou para 60% das entradas em instituições de tratamento. 
Atualmente, quanto mais barato os insumos e maior poder viciante, mais aumentam os usuários. “A nova droga é a ‘brita’, que usa como base o cimento”, exemplificou Fábio Trad. 
Todavia, não existe solução se a participação não envolver a sociedade de forma geral. Por isso, Fábio Trad defende a reformulação de todo o trabalho midiático nacional para diminuição do vício ao crack. “Não podemos simplesmente enfatizar o lado negativo das drogas, o segredo é repensar a abordagem através da divulgação do aspecto positivo que o não uso de substâncias entorpecentes possui. 
Ele enfatizou a importância da divulgação e informação de massa através de uma abordagem expressiva sobre a liberdade e da autodeterminação. “Precisamos deixar claro a toda sociedade que o ser humano quando perde seu livre arbítrio se torna um objeto sem dignidade”, esclareceu Fábio Trad. “É preciso que deixemos claro que ser feliz não é apenas ter prazer, não é apenas idolatrar o consumismo desenfreado e sim, prezar pelo direito de ir e vir”, encerrou o parlamentar sob aplausos. 

Evento – A cidade de Corumbá recebe na próxima semana, dias 1 e 2 de julho, o primeiro Seminário Estadual do Enfrentamento às Drogas Ilícitas (em especial os derivados da pasta base, como a cocaína, o crack e o oxi). O evento, que acontece em todo o Brasil, é coordenado no Mato Grosso do Sul pelo deputado federal Fábio Trad (PMDB – MS) com o auxílio dos também deputados federais sul-mato-grossenses Geraldo Rezende (PMDB – MS) e Luiz Henrique Mandetta (DEM – MS). 
Fábio, que é membro titular da Comissão Especial da Câmara Federal destinada a promover políticas públicas nacionais de combate, prevenção e recuperação dos efeitos do crack, disse que o evento vai promover um amplo debate sobre o tema envolvendo todas as instâncias da sociedade sul-mato-grossense neste grave problema que aflige a família brasileira. “Vamos envolver toda a sociedade nesta discussão. É importante que todos estejam cientes dos perigos destas drogas e contribuam para seu enfrentamento”, afirmou.