Voltar para notícias

Fabio Trad pede ação dura contra atentados em Campo Grande

14 mar 2013 | Notícia | Escrito por: Redação | Compartilhe

O deputado federal Fabio Trad (PMDSB-MS) fará nesta quinta-feira, 14, no plenário da Câmara Federal, um pronunciamento para chamar a atenção do Ministro da Justiça, exigindo a máxima prioridade de ação em Mato Grosso do Sul e Santa Catarina, diante da onda de violência que começou no estado sulista e agora se estende para o Centro Oeste.

O incêndio criminoso de cinco carros na noite de ontem, em Campo Grande, acendeu o sinal vermelho da violência organizada na capital do Mato Grosso do Sul. Pelo menos cinco carros foram incendiados na região central da cidade. Todos os cinco veículos estavam estacionados quando foram incendiados. Segundo testemunhas, os atentados foram cometidos por dois homens usando mochilas.

Fabio Trad alertou para as similaridades para com as ações ocorridas recentemente em Santa Catarina e em Três Lagoas. “O fato, com o seu respectivo modus operandi, sugere a atuação de alguma facção do chamado crime organizado. Esse tipo de terrorismo já foi perpetrado em várias cidades brasileiras. Precisamos agir. Não podemos ficar reféns do crime organizado”, afirmou.

Segundo o deputado, o governo estadual, em várias oportunidades, já demonstrou não transigir com o crime organizado. “Por isso mesmo, tenho certeza de que, em conjunto com a Policia Federal, acionará o setor de inteligência das polícias e tomará todas as providências que se fizerem necessárias para esclarecer esses episódios”, disse o deputado sul-mato-grossense.

O que se pede, de acordo com Trad, é atenção, cautela e prudência às pessoas, evitando situações de risco que facilitem ações violentas por parte de organizações criminosas. “Ao mesmo tempo, devemos acreditar na capacidade de nossa reação institucional – polícias civil, militar, federal, Agepen e Presídio Federal – para enfrentar com serenidade e coragem esse grave problema. Sem alarmismo histérico ou desespero coletivo, muito longe disso”.