Voltar para notícias

Fabio Trad reforça necessidade de internação compulsória

16 jan 2012 | Notícia | Escrito por: Redação | Compartilhe

O deputado federal Fabio Trad (PMDB – MS) foi uma das fontes da reportagem "Maioria apóia internação compulsória de viciados", publicada no último sábado, na revista digital Semana Online. A matéria, baseada em enquete feita pela revista no Facebook sobre a internação compulsória de viciados em crack, mostrou que mais de 80% dos participantes aprova a medida.

Membro da Comissão Especial destinada a promover políticas públicas nacionais de combate, prevenção e recuperação dos efeitos do crack, Fabio Trad considera a medida válida: " Vemos um conflito de bens jurídicos. Há o relacionado à liberdade individual dos dependentes, um bem jurídico constitucionalmente assegurado. Por outro lado temos o principio constitucional que resguarda à sociedade o direito a segurança e a saúde públicas. O estado não está sacrificando a liberdade individual dos dependentes como uma opção deliberada de política pública. Ele está, na realidade, objetivando não o sacrifício da liberdade, mas a preservação e a defesa da vida. Se o preço para a preservação, a defesa e a proteção da vida é o sacrifício, ainda que temporário, da liberdade, eu penso que se justifica pois um bem maior deve ser preservado em detrimento do bem menor”, argumenta.

Segundo dados do Ministério da Saúde, já atinge 3,4 milhões de pessoas no Brasil, o que representa 1,8% da população. Dos 226 internautas que responderam a pergunta – Qual a sua opinião sobre a internação compulsória de dependentes de crack, que prevê a internação dos usuários da droga sem o seu consentimento? – 181 (80.08%) se disseram favoráveis, "pois o viciado em crack não poderia decidir por si". Quinze leitores (6.63%) disseram não ter opinião formada sobre o tema, enquanto outros vinte (8.84%) se posicionaram contra a internação compulsória por entenderem que "o estado não deve tomar esta decisão pelo cidadão".

Confira a reportagem – http://www.semanaonline.com.br