Voltar para notícias

Fabio Trad: “Sem candidatura própria em 2014 PMDB-MS selará seu fim”

21 fev 2013 | Notícia | Escrito por: Redação | Compartilhe

Em reposta a setores do PMDB-MS que tendem a defender uma aliança com o PT para a sucessão ao Governo do Estado em 2014, cedendo a cabeça de chapa ao tradicional adversário, o deputado federal Fabio Trad (PMDB-MS) disse que esta estratégia pode sepultar o partido no Mato Grosso do Sul.

“O PMDB não tem o direito de recusar a imposição histórica de assumir candidatura própria ao governo do Estado. A historia do partido não pode ser manchada pela pusilanimidade. Associar-se, como adjuvante secundário do PT, pelo receio injustificável de uma derrota é dar razão aos apóstolos do pessimismo, que só tem olhos para defeitos do governo de André Puccinelli”, afirmou o deputado.

A definição da estratégia peemedebista para 2014 começa a ser definida em março, durante reunião de cúpula da legenda. Para Fabio Trad, o partido tem condições de construir um caminho próprio. “O PMDB tem extraordinários quadros para enfrentar o debate sucessório. Defenderei candidatura própria porque temos muito a afirmar com expressão da verdade de uma gestão competente, arrojada e desenvolvimentista que descortinou horizontes de promissor futuro para o nosso estado. Basta ver os números para dimensionar o sucesso absoluto do atual governo”, argumentou.

Fabio Trad foi além, disse que sem candidatura própria o PMDB de Mato Grosso do Sul colocará a própria existência em risco: “Se não assumir o desafio de enfrentar esta eleição com candidatura própria, o partido escreverá a mais vergonhosa página de sua história e selará o seu fim com a marca da covardia. Sem a minha assinatura”, avisou.