Voltar para notícias

Fábio Trad volta a pedir equilíbrio na repartição do bolo tributário

12 abr 2011 | Notícia | Escrito por: Redação | Compartilhe

O deputado federal Fábio Trad (PMDB – MS) voltou a criticar esta semana a injusta distribuição do bolo tributário entre a União os Estados e os Municípios. Em aparte ao pronunciamento do deputado federal Edinho Araujo (PMDB – SP), Fábio disse que o legislativo federal deve ser protagonista nas mudanças que devem ser implementadas no país para equilibrar os entes federativos. 

“Hoje, duas teses principais se levantam no legislativo federal e nos impelem a protagonizar a agenda institucional brasileira: a reforma política e a reforma tributária. Quando observamos a distribuição do bolo tributário nacional entre os entes federados, vemos com muita tristeza que os municípios brasileiros vivem de migalhas, de sobras. O poder legislativo deve ser protagonista da agenda político institucional do país”, afirmou o deputado sul-mato-grossense. 

As distorções em relação à repartição tributária no bolo dos entes federados são flagrantes. Os municípios ficam com 5%, os estados com 25% e a União com 70%. “Daí surgem estas cooptações políticas que atentam contra a fidelidade partidária, pois, de certa forma, quem detém os recursos, no caso o executivo federal, tem uma grande margem de manipulação política, que é nociva para a democracia e para o próprio sistema representativo. Esta é uma distorção terrível que tem que ser combatida por um parlamento sério, no sentido de defender uma repartição equânime da tributação entre os entes federados”, finalizou Fábio Trad.