Voltar para notícias

Lideranças de Coxim reivindicam que Fábio Trad viabilize R$ 940 mil para o município

26 nov 2013 | Notícia | Escrito por: Redação | Compartilhe

Lideranças das entidades que representam a advocacia pública que participaram nesta segunda-feira da audiência pública na Assembleia Legislativa sobre a Proposta de Emenda Constitucional 82/2007, destacaram a atuação parlamentar do deputado Fábio Trad (PMDB-MS) em defesa do fortalecimento das instituições que atuam no controle interno da administração pública e ajudam no monitoramento da correta aplicação dos recursos públicos.”O deputado tem sido um aliado incondicional desta causa que é de interesse do povo brasileiro”, avalia o presidente da Associação dos Procuradores de Entidades Públicas do Estado, Luiz Rafael de Melo Alves”. Esta opinião foi compartilhada pelo presidente da Associação do Ministério Público de Mato Grosso do Sul Alexandre Magno Lacerda. “Fortalecer a advocacia pública não é um política de Governo, mas uma política de Estado”, destacou o promotor. Para o vice-presidente da Associação Nacional dos Procuradores de Estado, Telmo Lemos Filho a advocacia continuará sendo parceira dos bons administradores. “Não queremos autonomia para sermos empecilho do governo. Não queremos ser mais um apontando o dedo. Queremos permitir que o dinheiro do povo brasileiro vá para os interesses da população”, argumentou. Presidente da Aprems (Associação dos Procuradores do Estado), Fábio Capucho acredita que a aprovação da PEC 82/2007 será uma consequência da evolução da sociedade assim como a Lei de Responsabilidade Fiscal. “É uma evolução da nossa sociedade, que quer um governo responsável”, declarou. “O advogado público faz a intermediação entre a vontade do político eleito e os desejos da sociedade, sendo parceiro da administração pública”, emendou.