Voltar para notícias

Seminário apontou caminhos no Combate às drogas

04 jul 2011 | Notícia | Escrito por: Redação | Compartilhe

Nos últimos dias 1 e 2 de junho Corumbá transformou-se no maior pólo de debate sobre o enfrentamento às drogas no Mato Grosso do Sul. A realização do primeiro Seminário Estadual de Políticas Públicas de Combate às Drogas, no Centro de Convenções do Pantanal de Corumbá reuniu representantes dos mais diversos segmentos da sociedade, além dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário que apresentaram problemáticas e caminhos que podem ser seguidos na busca do combate às drogas e no tratamento de dependentes químicos.

O evento, que acontece em todo o Brasil por iniciativa da Câmara Federal, foi coordenado no Mato Grosso do Sul pelo deputado federal Fábio Trad (PMDB – MS) com o auxílio dos também deputados federais sul-mato-grossenses Geraldo Rezende (PMDB – MS) e Luiz Henrique Mandetta (DEM – MS). Entre as questões levantadas e documentadas estão a ampliação de leitos psiquiátricos em todo o Mato Grosso do Sul e a importância do trabalho em rede, integrando os interesses da população juntamente com o Poder Público.

O prefeito de Corumbá, Ruiter Cunha de Oliveira (PT – MS) colocou a estrutura do município à disposição da Comissão da Câmara dos Deputados e se mostrou preocupado com a situação das drogas no estado e no País: “As crianças e os jovens integram um segmento bastante sensível a este problema”, afirmou. 
Fábio Trad, que é membro titular da Comissão Especial da Câmara Federal destinada a promover políticas públicas nacionais de combate, prevenção e recuperação dos efeitos do crack, disse que o evento permitiu o envolvimento da sociedade no problema: “Conseguimos trazer gente de todos os campos representativos da sociedade na busca de soluções para o tema. É importante que todos estejam cientes dos perigos destas drogas e contribuam para seu enfrentamento". 

Presentes ao evento, os deputados federais Givaldo Carimbão (PSB – AL) e Pastor Eurico (PSB – PE) destacaram a importância de abrir o debate à sociedade. “Toda a sociedade tem de participar desse momento, discutir, coletar o máximo de informações possíveis, para subsidiar o trabalho da Comissão da Câmara Federal”, afirmou Carimbão. Eurico, por sua vez, disse que os seminários são uma oportunidade de fortalecer a frente de luta contra as drogas: “Se todos se unirem neste objetivo, teremos chances de fazer frente ao problema”. 

O Seminário focou os eixos “Prevenção”, “Acolhimento e tratamento”, “Reinserção social”, “Repressão ao tráfico” e “Legislação”, e vai gerar um relatório (a ser desenvolvido por Luiz Henrique Mandetta) que pretende subsidiar com informações as políticas públicas nacionais de combate, prevenção e recuperação dos efeitos das drogas. 

Também prestigiaram o seminário o deputado estadual Paulo Duarte (PT – MS), Lamartine de Figueiredo Costa (subsecretário de Relações Institucionais de Corumbá), Sérgio Harfouche (presidente do Conselho Estadual Antidrogas, representando o Ministério Público Estadual), Dom Segismundo Martinez (Bispo diocesano de Corumbá), além de representantes do Exército, Marinha, Aeronáutica, Política Militar, Polícia Civil e Polícia Federal.