Voltar para notícias

Sindicato dos Policiais Civis pede apoio de Fábio Trad para a PEC-300

09 ago 2013 | Notícia | Escrito por: Redação | Compartilhe

Integrantes da diretoria do SINPOL-MS (Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul) se reuniram nesta sexta-feira com o deputado federal Fábio Trab (PMDB), para pedir apoio pela aprovação da PEC-300- Proposta de Emenda Constitucional que estabelece um piso salarial nacional aos profissionais da segurança pública. Fábio Trad, não só reafirmou seu compromisso de se empenhar pela aprovação da PEC, como defendeu a mobilização da sociedade para sensibilizar a presidente Dilma Roussef do Governo encampar a proposta. “É preciso conscientizar a população sobre a necessidade de valorizar os policiais para que a PEC consiga ser incluída na pauta do dia para votação em segundo turno”, afirmou. O diretor jurídico do sindicato, Giancarlo Miranda falou das dificuldades enfrentadas pelos policiais civis, não só em Mato Grosso do Sul, mas em todo o Brasil e destacou que a aprovação da PEC 300 representará ganho para toda sociedade. “A valorização dos profissionais da segurança pública, sejam policiais civis, militares ou bombeiros, representará ganho para toda a sociedade. Governo que investe na polícia, investe mais segurança para todos”, disse. Também participou da reunião, o secretário geral do Sinpol, Amaury José Pontes que entregou um ofício ao deputado para ratificar o pedido de apoio na luta pela PEC 300. Manifestação – Nos dias 20 e 21 de agosto será realizada uma grande marcha m Brasília, com a participação de policiais civis, militares e bombeiros de vários estados do Brasil para pressionar a Câmara dos Deputados a aprovarem a PEC 300 em segundo turno. “Vamos aproveitar esse momento de manifestações que acontecem em todo o país para pressionar os deputados a aprovarem a proposta, que com certeza beneficiará os policiais brasileiros”, pontuou Amaury Pontes. A diretoria do sindicato deve percorrer o escritório dos demais deputados federais para conseguir o apoio na luta pela aprovação da PEC 300.